CRISTIANO ARCOVERDE LANÇOU O SEU 2º LIVRO, “VOU MINISTRAR A PALAVRA. E AGORA?”

Em entrevista ao Portal Verbo da Vida, Cristiano Arcoverde falou sobre o seu novo livro “Vou ministrar a Palavra. E agora?”. Confira abaixo:

No seu primeiro livro, “Grandes gestores, excelentes comunicadores” você trata sobre a comunicação. O Segundo livro é uma continuação do primeiro?

Comunicação é um tema que faz parte da minha vida. No primeiro livro trabalhei comunicação voltada para área de gestão estratégica de Pessoas e liderança. Foi um caminho que eu encontrei para alcançar gestores, empresários e líderes eclesiásticos e, graças a Deus esta obra já está na segunda tiragem e tem sido um suporte para milhares de pessoas no Brasil e no exterior. “Grandes gestores, excelentes comunicadores” é baseado em administração moderna e, dentro desta perspectiva, apliquei os princípios da Palavra Revelada.

Já o segundo livro, “Vou ministrar a Palavra. E agora?”, nasceu da necessidade, observada por mim, de preparar melhor as pessoas que estão subindo ao altar para pregar. O meu desejo é que o livro seja um guia prático para aqueles que estão preparando as suas mensagens. Sendo assim, ele não é uma continuação do primeiro, ambos tratam de abordagens distintas, muito embora um dos pilares principais continue sendo a COMUNICAÇÃO.

Como surgiu a ideia de escrever “Eu vou ministrar a Palavra. E agora?”?

Eu me converti em 1994, tenho mais de 20 anos de evangelho e mais 11 anos de ministério pastoral. Antes de iniciar no ministério pastoral eu enfrentava muitas dificuldades para falar em público, preparar o esboço etc. E o Espírito Santo me ajudou a desenvolver esta habilidade. Inicialmente eu não conseguia falar em público, era muito tímido e, quando eu me converti Deus começou a trabalhar em mim e passei a vencer essas dificuldades. A igreja foi e é uma base maravilhosa para o aprendizado e desenvolvimento na arte de falar em público.

Busquei também mais conhecimento na área. A transformação foi tão grande que comunicação passou a ser parte fundamental nas minhas ações profissionais como jornalista, radialista, gestor, professor de História e de Comunicação, bem como no exercício da minha vida ministerial.

Sei que este livro será uma ferramenta de apoio para aqueles que estão começando e não tem um norte. E por outro lado, tenho visto muitos ministros veteranos que também necessitam de aperfeiçoamento em relação aos mecanismos mais atuais nos processos de elaboração de sermão e das técnicas de oratória.

Qual o objetivo e como foi o processo de concepção do livro?

O objetivo deste livro é de ser um guia prático para aqueles que querem melhorar seu desempenho na ministração da Palavra de Deus. Esta obra é o resultado de um projeto de aproximadamente 4 anos e meio. Ensinando no curso de Comunicação Social-Rádio e TV, percebi que muita coisa boa que trabalhava com meus alunos seria importante para nossos ministros e, esta percepção aumentou quando comecei também a dar aula na Escola de Ministros na disciplina “Homilética e Oratória”, foi quando eu vi a necessidade de passar para o formato literário esse conhecimento, para alcançar a todos, tanto leigos quanto aos mais experientes, promovendo o aperfeiçoamento na ampliação do conhecimento técnico de oratória.

Quais os pontos abordados nesta obra literária?

A primeira parte do livro trata sobre a vida do ministro. Porque não adianta deter a técnica da oratória, ou ser um amplo conhecedor de técnicas de preparação do sermão, se a sua vida não está condizente com aquilo que Deus considera.

Nos capítulos seguintes, abordo de um modo bem simples os conceitos de exegese, hermenêutica, homilética e oratória. Trato também sobre a linguagem, a adequação da linguagem para o público, os tipos de linguagem que existem, tudo isso com muitos exemplos.

Algo interessante é a participação de um piloto de avião profissional. Ele participa de um quadro que denomino “olha o avião”. Nele, eu faço um paralelo da técnica de voo, da atitude e procedimentos de um piloto quando assume o comando de uma aeronave com a postura e passos de um ministro quando assume o microfone em uma ministração.

Há também um questionário, o Q.F.E. (Questionário de Formação de Esboço), que tem o objetivo de facilitar a formação do esboço e quando você termina de responder as 10 perguntas o seu sermão está basicamente pronto.

Sem esquecer uma pesquisa quantitativa de campo onde entrevistei mais de 600 pessoas e que o leitor encontrará os resultados no livro. Tem ainda, a participação da fonoaudióloga Waldelice Pinho, que dá algumas dicas sobre a saúde da voz.

Continuando, abordo sobre ilustrações na mensagem; vestuário; o que fazer com as mãos, a movimentação no altar, o olhar; a preparação de slides, vídeos para utilização durante a mensagem; as melhores formas de explorar os temas e muito mais.

No capítulo intitulado “Microfones”, o livro recebeu a revisão técnica de um engenheiro de som do Rio de Janeiro e um técnico de som que realiza montagem para grandes eventos em Recife, para justamente deixar estritamente técnica a questão do uso deste instrumento.

Finalizo o livro com um capítulo especial sobre liturgias – Cerimônias de Ocasião Especial, algo que considero ser de extrema necessidade para os ministros. O passo a passo do que você deve fazer e o que você não deve fazer na realização de CASAMENTO, SEPULTAMENTO, ANIVERSÁRIO, BATISMO NAS ÁGUAS e SANTA CEIA; com sugestões de textos para reflexão no ato da cerimônia.

Tenho ouvido muitos depoimentos de pastores, com longa caminhada no ministério, impactados com o conteúdo do livro. Há algumas semanas ouvi um depoimento de um pastor que indicou para que toda liderança da igreja lesse o livro. E o que aconteceu? Ele começou a ler o livro, mas deu uma pausa na leitura por conta de uma série de atividades, só que os irmãos continuaram a ler. E ele disse a mim que precisou voltar a ler o livro urgentemente, porque os irmãos estavam dando dicas a ele baseado nos temas tratados no livro. Essa é a proposta do livro.

São 184 páginas de instruções, dicas, muitos detalhes, participação de muita gente boa, e enfim, é um trabalho que estou satisfeito com o resultado, sem falar na diagramação.

Qual a principal dica para uma boa oratória?

Ler o livro em primeiro lugar! (risos)

Existem 3 pilares importantes: Vida, preparação e prática. Estar preparado, buscando, lendo, quanto mais cheio daquilo que você vai transmitir, melhor será, mais fácil será a sua fluência, são esses os principais pontos que eu considero, mas existem muitos outros!

Para adquirir o livro, acesse os links abaixo:

www.cristianoarcoverde.com.br/loja

www.verboshop.com.br

Oferece preços especiais para Livrarias e igrejas de todo Brasil.

Matéria: Portal Verbo da Vida.

Posted in Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *